Documento atrasado: sabia que dá para parcelar os débitos do veículo?

Existe uma maneira de parcelar os débitos do documento do carro; confira como é possível nos tópicos deste artigo.

Já é possível perceber como o caixa familiar vem apertando a cada dia que passa. Isso acaba fazendo com que muitas pessoas deixem de pagar o licenciamento dos veículos em dia, na esperança de uma melhora financeira.

Isso é um risco muito grande de assumir, já que andar com o documento irregular pode render uma multa de até R$293,47 além da perda de sete pontos na CNH. Além disso, é possível que o carro também seja apreendido.

O valor das tarifas variam de estado para estado, e para consultar qual está atrasada você deve entrar no site do órgão de trânsito do seu estado e conferir se o pagamento de forma parcelada está disponível.

Descobrindo se estar ou não, as pessoas interessadas podem fazer o pagamento da documentação do veículo pelo site de uma empresa credenciada, ou até mesmo comparecendo a um dos pontos dessas empresas portando o número do Renavam.

Nesta modalidade, o débito é pago à vista pela operadora para os departamentos de trânsito, ficando o dono do veículo atrelado a uma dívida com a operadora do cartão de crédito. Vale destacar que essas mesmas empresas oferecem a possibilidade de pagar a dívida no débito ou via boleto bancário.

Essas operadores ficam livres para definir tudo sobre o parcelamento, incluindo as taxas e os juros que vão ser cobrados depois da sua transação. Portanto, é necessário realizar uma simulação antes de contratar para conferir qual das companhias vai oferecer as melhores condições para você quitar.

Depois de pagar, o tempo para liberar a autorização para emitir o CRLVe também vai variar a depender da operadora escolhida, além da possibilidade da utilização de mais de um cartão de crédito para pagar essa dívida.

Imagem: Pixabay

Documento atrasado: Restrições

Existem também algumas situações onde não é possível realizar o pagamento dos débitos por meio das empresas credenciadas. Uma dessas situações é quando o órgão autuador não oferece a chance de parcelamente.

Já a outra ocasião é quando as taxas e as multas em aberto já tenham sido inscritas pelo departamento de trânsito em dívida ativa, o que é uma situação para execução fiscal e que acaba fazendo com que o dono do veículo possa perdê-lo.

Outra possível situação é quando já se tem pagamentos parcelados inscritos na cobrança administrativa, e aí não vai ser possível fazer um novo. Também não se pode parcelar multas que sejam registradas em estados diferentes de onde o veículo está cadastrado.

Documento atrasado: IPVA

Além de poder pagar através das empresas credenciadas, alguns estados também oferecem condições especiais por conta para pagar o débito do IPVA, inclusive com a alternativa de pagar parceladamente. Para consultar se isso é possível, você deve consultar o site da secretaria da Fazenda de seu estado.

Imagem padrão
Edson

Iniciando o primeiro período na faculdade de cinema e redator. Trabalhando com a escrita desde 2018, sempre encarei os meus textos com grande responsabilidade, e escrever sobre finanças e economia não vai ser diferente. Descomplicar esses temas para o público geral com certeza é o meu maior desafio, e espero que vocês me acompanhem nessa.

Deixar uma resposta