O que é uma bateria sólida para carros elétricos?

A bateria sólida pode ser uma solução perfeita para boa parte dos desafios que os carros elétricos passam a partir dos próximos anos. Porém, essa novidade ainda não é muito conhecida.

Todo o crescimento que o mercado de carros elétricos vem passando tem uma ligação direta com a crise no clima e as normas das emissões que se tornam cada vez mais exigentes para os carros movidos a motores a combustão.

Entretanto, por outro lado, esses carros ainda precisam avançar quando o assunto são suas deficiências. E o processo de produção que circula nas baterias atuais envolve um conjunto de metais pesados, que acabam transformando os carros elétricos em poluentes.

Mesmo que de uma forma diferente quando comparado aos modelos a gasolina e diesel, continuam sendo poluentes. Todo esse contexto faz com que o desenvolvimento de uma bateria sólida seja uma proposta muito importante e necessária.

Imagem: Pixabay

Por que a bateria sólida é o futuro?

Boa parte dos dispositivos eletrônicos e os carros elétricos utilizam baterias de íons de lítio que são recarregáveis para o fornecimento de energia. As baterias em estado sólido são construídas de uma maneira parecida, mas utilizam um eletrólito sólido no lugar de um em estado líquido.

Esses eletrólitos podem ser produzidos com matérias primas comuns, como a cerâmica ou o vidro, por exemplo. Essa é uma alteração bem considerável, já que dispensa toda a necessidade de metais pesados das baterias comuns.

Essas baterias em estado sólido são mais seguras de utilizar do que qualquer outra fonte energética. Tudo isso em conjunto com um processo mais limpo de produção.

A compacidade de um eletrólito sólido acaba permitindo uma maior densidade energética, um maior alcance de viagem, tempos de carga mais rápidos para os condutores e um risco de incêndio menor.

Mesmo que acabe parecendo uma solução perfeita, transformar as baterias de estado sólido em uma realidade é um processo complexo, mas que é necessário.

Como já vimos, essa é uma alternativa que vai proporcionar mudanças significativas no futuro dos carros elétricos, auxiliando na questão de desempenho, segurança e praticidade.

Baterias sólidas em larga escala

Confeccionar baterias de estado sólido em uma larga escala ainda é um investimento complicado por diversos motivos, sendo o principal deles o custo. Uma coisa é produzir uma bateria de estado sólido mais funcional, e outra coisa é viabilizar a produção em uma escala que possa alimentar carros de produção.

Isso, atualmente, é algo que parece muito inviável. Grandes montadoras já anunciaram planos para fazer investimentos em tecnologias que são ligadas às baterias sólidas para carros elétricos. Entretanto, ninguém está mais próximo de produzir baterias de estado sólido para o presente do que a montadora Toyota.

A Toyota possui planos de alcançar seu primeiro carro com uma bateria sólida no ano de 2025. Porém, inicialmente essa tecnologia vai ser usada em um carro híbrido, justamente pela barreira do custo.

Apesar desse empecilho grande, é inegável que a bateria sólida para carros elétricos é a melhor opção para o futuro desse ramo. Além de contribuir com a sustentabilidade, é uma alternativa que a longo prazo se torna mais econômica e prática para os proprietários de carros elétricos.

Portanto, é importante prestar atenção nessa novidade e conferir todas as novidades que envolvam baterias sólidas para carros elétricos, pois logo menos essa opção vai ser mais comum do que se imagina.

Imagem padrão
Edson

Iniciando o primeiro período na faculdade de cinema e redator. Trabalhando com a escrita desde 2018, sempre encarei os meus textos com grande responsabilidade, e escrever sobre finanças e economia não vai ser diferente. Descomplicar esses temas para o público geral com certeza é o meu maior desafio, e espero que vocês me acompanhem nessa.

Deixar uma resposta