Ford vai contratar 500 engenheiros e especialistas no Brasil

0

Mesmo com o encerramento das atividades produtivas no Brasil, a Ford anunciou uma expansão no país e vai contratar 500 engenheiros. Entenda!

Apesar de não ter mais fábrica no Brasil, a Ford pretende investir na ampliação do Centro de Desenvolvimento e Tecnologia do Brasil, que fica na Bahia.

Para isso, a empresa anunciou a contratação de 500 novos engenheiros e especialistas. O objetivo da empresa é atingir um crescimento de 50% no time de engenharia, que hoje é formado por 1.500 especialistas, dedicados ao desenvolvimento de projetos globais da companhia.

Quem fez o anúncio das contratações foi Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul, Daniel falou sobre a novidade durante a visita do governador da Bahia às novas instalações da empresa no Cimatec Park, ecossistema de inovação montado em parceria com o Senai Cimatec em Camaçari, na Bahia.

“O time brasileiro tem uma contribuição importante na engenharia global da Ford, desenvolvendo produtos, patentes, tecnologias e softwares que estão ajudando a moldar o futuro da mobilidade. Ele é uma prova da capacidade e da competitividade do nosso país em exportar projetos e conhecimento”, disse Daniel.

 

Para Daniel Justo, o time brasileiro de engenharia, que chega a 1.500 profissionais com a expansão, tem importante papel na engenharia global da empresa

“Ele é uma prova da capacidade e da competitividade do nosso país em exportar projetos e conhecimento”, acrescenta. 

A empresa ainda mantém uma estrutura de campo de provas e desenvolvimento em Tatuí, no interior de São Paulo.

Competitividade brasileira

O presidente da companhia ainda comentou sobre o momento de transformação vivido pela indústria automotiva global por conta dos novos hábitos dos consumidores e a chegada de novas tecnologias. 

De acordo com ele, tudo isso abre caminho para novas oportunidades de especialização de profissionais e do conhecimento acumulado pelo time de engenharia da Ford no país há mais de 20 anos.

“Fazer engenharia, pesquisa e desenvolvimento de tecnologia no Brasil é viável, e o Centro de Desenvolvimento da Ford na Bahia é um grande exemplo da nossa competitividade. Nosso time está mostrando que é extremamente preparado, criativo e eficiente, competindo com os melhores no mundo. Essas características chamaram a atenção da Ford global e, por isso, ganhamos cada vez mais responsabilidades em projetos que estão definindo o futuro da mobilidade.” afirmou Daniel. 

Além das parcerias que a empresa possui com a Universidade Federal da Bahia e o Senai Cimatec, a Ford também leva a formação e capacitação de profissionais como um pilar muito importante para a formação e crescimento da empresa. Por isso, também oferece programas de treinamento, palestras e workshops para atração e desenvolvimento de novos talentos.

A Ford também oferece ações para a comunidade, como é o caso do curso de desenvolvimento de software, criado em parceria com o Senai Cimatec. São 80 vagas gratuitas destinadas às pessoas de baixa renda.

Por que a Ford fechou as fábricas?

A Ford anunciou o encerramento da produção de veículos no Brasil no dia 11 de janeiro de 2021. A empresa tornou-se importadora e viu suas vendas despencarem 72,9% no mercado. 

Até então a empresa mantinha suas atividades em uma fábrica de veículos localizada em Camaçari (BA) e outra de motores e transmissões em Taubaté (SP), além da unidade de Horizonte (CE), que montava os jipes da marca Troller.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.