5 dicas inteligentes para financiar um carro de forma prática!

Descubra neste artigo como financiar um carro de maneira inteligente, evitando possíveis problemas!

Além de uma casa, um carro é uma das coisas mais caras que você pode comprar, portanto, descobrir o melhor financiamento é um dos primeiros passos para comprar um carro.

Se você estiver no mercado para financiar um carro novo, não espere até assinar a papelada antes de pensar em como vai pagar por ele.

Afinal, esse tipo de decisão sem pensar, pode gerar diversos tipos de problema!

Aqui estão 5 maneiras inteligentes de financiar um carro, evitando possíveis imprevistos, confira!

1. Reveja o seu score de crédito antes de colocar os pés na concessionária

Pagar as suas dívidas e fazer pagamentos dentro do prazo pode melhorar a sua pontuação de crédito ao longo do tempo, e uma boa pontuação de crédito pode reduzir o montante de juros que você pagará sobre no seu empréstimo.

Além disso, o seu score de crédito também pode ter impacto no tipo de financiamento que você pode obter. 

Portanto, ter uma boa pontuação de crédito pode torná-lo elegível para algumas das melhores opções de empréstimo, com juros menores.

2. Mantenha o prazo do financiamento o mais curto possível

Um prazo de empréstimo mais curto significa reembolsos mais altos – que é exatamente o que você deseja.

Em geral, quanto mais tempo você leva para pagar um financiamento de carro, mais juros você pagará. 

Pode ser tentador alongar os reembolsos do seu financiamento por um período de tempo, tornando efetivamente os seus reembolsos mensais mais baratos, mas você também está pagando mais em juros por um ativo depreciado.

3. Dê a maior entrada possível para financiar um carro

Evite dever mais do que o valor do carro, para isso, pague a maior entrada que você puder – especialmente se for um carro novo, pois ele se depreciará mais rápido do que um veículo usado.

Tipicamente, um pagamento inicial de 20% ou mais do preço de compra é um bom lugar para começar. 

Portanto, se você estiver comprando um carro de R$50.000, uma entrada de 20% será de $10.000.

4. Pague impostos/taxas/”extras” em dinheiro

Há muitos custos diversos que vêm com a compra de um carro, como taxas de registro, imposto sobre vendas, taxas de documentação e quaisquer extras que você queira, como garantias estendidas.

Se você incluir essas taxas em seu financiamento, estará aumentando o valor do empréstimo, mas não o valor do carro que garante o empréstimo.

Portanto, tente reservar um dinheiro a parte para quitar todas essas taxas no ato da compra.

5. Fale com um credor antes de entrar em uma concessionária

Ao falar com um credor, os seus ativos, passivos e classificação de crédito seriam avaliados para descobrir se você está qualificado para obter um empréstimo de carro por um valor especificado. 

Desse modo, entrar em uma concessionária com pré-aprovação pode acelerar o processo de compra, pois ambas as partes sabem que você tem um limite fixo, portanto, há menos chances de conseguir um negócio duvidoso.

Ao seguir essas 5 dicas para financiar um carro, a sua chance de pagar mais juros e ter problemas, será bem menor!

Para saber mais informações sobre financiamento de veículos, clique aqui!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Imagem padrão
Bruna Cezario

Estudante de Administração pela Universidade de São Paulo, atuo como redatora de conteúdo digital. Sou apaixonada por marketing digital, empreendedorismo, finanças e carros. Tornar esses assuntos fáceis de serem compreendidos por você, é o meu principal propósito!

Deixar uma resposta