Feirão de carros: entenda como funciona este tipo de evento!

Veja neste artigo como funciona o feirão de carros e saiba como conseguir o veículo dos seus sonhos por um preço acessível!

O feirão de carros é uma ótima opção para quem deseja vender ou comprar um carro usado.

Afinal, a variedade é muito grande de veículos para a compra, possibilitando uma gama de opções para o consumidor.

Além disso, é possível contar com diversos tipos de promoções, descontos e ofertas imperdíveis.

Quer saber mais sobre como funciona esse tipo de feirão? Então leia este conteúdo até o final e fique por dentro das novidades!

Boa leitura!

Afinal, como posso comprar em um feirão de carros?

feirão de carros

Uma das vantagens do feirão de carros é a possibilidade de negociar valores direto com o vendedor. 

Mas também é importante ficar atento a alguns detalhes! Vale ficar de olho no estado de conservação do carro e procurar por arranhões, amassados, mudanças de textura na pintura.

Além disso, é possível pesquisar todo o histórico do automóvel no próprio feirão, se já houve algum tipo de acidente, multas, IPVA, etc.

Todas essas informações são disponibilizadas no momento imediato da consulta no feirão.

Alguns feirões já contam inclusive com despachantes, verificação de documentos e muito mais.

Como garantir um ótimo negócio?

Uma das principais dúvidas é se é possível garantir um bom negócio em um feirão de carros.

Como saber se a oferta é minimamente boa, se realmente vale a pena!

Para isso, é necessário seguir alguns cuidados, dentre eles:

  • Pesquise bem sobre o tipo de carro que você deseja;
  • Saiba se o feirão é realmente confiável;
  • Faça várias análises antes de fechar um negócio;
  • Pesquisa sobre o histórico de veículos de interesse no próprio feirão.

Tudo isso deverá ajudar bastante no momento da sua escolha sobre qual é a melhor opção de veículo no feirão de carros.

Vender um carro no feirão é uma boa opção?

Para saber se vale a pena colocar o seu veículo à venda em um feirão de carros, é preciso antes estabelecer qual é a sua maior necessidade. 

Se a intenção é comercializar rapidamente, é válido, pois o automóvel fica exposto a um grande número de pessoas e a chance de surgir pessoas interessadas em adquiri-lo pode ser maior do que por outros meios de revenda.

Entretanto, é muito importante estar ciente de que o feirão visa atender as expectativas do comprador e não do vendedor.

Dessa maneira, pode ser que você venda um carro por um valor menor do que você está esperando.

Sendo assim, não é ideal colocar um valor muito acima da tabela FIPE, pois isso pode atrapalhar na venda.

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Imagem padrão
Bruna Cezario

Estudante de Administração pela Universidade de São Paulo, atuo como redatora de conteúdo digital. Sou apaixonada por marketing digital, empreendedorismo, finanças e carros. Tornar esses assuntos fáceis de serem compreendidos por você, é o meu principal propósito!

Deixar uma resposta