Válvula termostática: devo ou não devo retirar?

Válvula termostática: devo ou não devo retirar?

Você sabe para que serve a válvula termostática? Saiba mais sobre como ela funciona e quebre alguns mitos sobre esse item!

O motor de um veículo é composto por vários mecanismos que trabalham juntos e integrados para gerar energia e também garantir uma boa performance e economia de combustível. Dentre esses mecanismos, existe a válvula termostática. Mas você sabe para que ela serve? 

A válvula termostática tem a função de controlar a temperatura do motor. Essa peça é essencial para evitar o superaquecimento do motor, já que isso pode fundir várias peças internas.

Apesar de sua importância, a válvula termostática é uma das peças que mais trazem dúvidas aos motoristas quanto à sua função e a como resolver seus defeitos mais comuns.Visando ajudar nessa questão, preparamos este conteúdo com as informações sobre a válvula termostática. 

Funcionamento da válvula termostática

A principal função da válvula termostática é controlar a abertura e fechamento do duto d’água no motor, moderando assim o fluxo do líquido de arrefecimento entre o propulsor e o radiador. 

Caso o propulsor fique frio, algo que acontece principalmente em carros flex e os movidos apenas a etanol, a válvula termostática impede que o fluxo de líquido de arrefecimento no bloco e cabeçote alcance as serpentinas do radiador. Isso faz com que a temperatura geral seja mantida. 

Com esse equilíbrio gerado pela válvula, o rendimento do motor melhora, evitando o consumo em excesso de combustível, ou seja, mais economia para você! 

Qual a importância da válvula termostática para o motor?

Alguns mecânicos alegam que válvula termostática não tem real serventia para o veículo ou dizem até que sua presença pode diminuir a vida útil do motor. No entanto, esse discurso não faz sentido. 

Todos os motores a combustão precisam ser aquecidos para funcionar, evitando consumo em excesso e emissões elevadas. Para que o aquecimento do motor aconteça de forma mais rápida, é preciso uma mistura rica em combustível para que a produção de energia seja acentuada. 

Conforme o líquido da refrigeração esquenta, se torna necessário sua passagem pelas serpentinas do radiador. Então, a válvula termostática entra em ação, ela se abre gradualmente para que haja um fluxo de líquido sendo resfriado de forma harmônica, sem choques térmicos. 

Por conta disso, a válvula termostática é um dos principais itens para o trabalho correto e eficiente do motor de um veículo.

Sem ela, esse processo poderia gerar um efeito contrário, o que causaria o superaquecimento do motor. Isso acontece porque sem a passagem de água para o radiador, a temperatura alcançará um nível crítico. Isso pode até fundir algumas peças que fazem parte do veículo. 

Válvula termostática: retirar ou não?

Visto isso, a resposta é simples: não retire a válvula termostática, mesmo que o seu mecânico fale que ela não é útil para o motor. 

Sem a válvula termostática, todo o processo do motor será mais demorado, fazendo com que o líquido perca sua capacidade de pré-aquecer o motor, sendo necessário mais combustível para uma mistura rica, o que faz com que mais poluentes sejam lançados na atmosfera e que o veículo consuma mais combustível do que deveria.

Se você está suspeitando que a válvula termostática do seu carro está com problema e quer evitar o superaquecimento do motor, ao invés de retirá-la, o ideal é averiguar se a peça está com algum problema.

Edson

Iniciando o primeiro período na faculdade de cinema e redator. Trabalhando com a escrita desde 2018, sempre encarei os meus textos com grande responsabilidade, e escrever sobre finanças e economia não vai ser diferente. Descomplicar esses temas para o público geral com certeza é o meu maior desafio, e espero que vocês me acompanhem nessa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.